Stories

As crianças das dunas

Novas aventuras libertam a criança que vive dentro de nós, acredita José Miguel Martínez Abraham, guia da explora no Atacama

José Miguel Martínez Abraham Guia da explora no Atacama

Na exploração das Cornisas, começamos caminhando por um grande cânion: é possível ver a cordilheira dos Andes e de Domeyko ao longe; de um dos lados, as incríveis montanhas de sal, e abaixo, a cidade de San Pedro de Atacama fica aninhada no meio do deserto.

 

No coração do desert

Eu conto para as pessoas como a terra se elevou e formou essas montanhas e vulcões há milhões de anos. Fechamos os nossos olhos e imaginamos os estrondos. Lembramos dos primeiros habitantes do Atacama, almas corajosas que vieram conquistar este ambiente selvagem. Respiramos o ar seco do deserto. Em momentos de silêncio, sonhamos. Passo a passo, sentimos no vento a respiração de Pachamama, a Mãe Terra.

 

Uma jornada de descobertas

É na descida do cânion para o Vale de Marte que eu encontro as crianças das dunas. Sempre que desço para a duna, as crianças aparecem, sem exceção e a qualquer hora do dia, e sempre no mesmo lugar. Com os olhos arregalados, algumas me olham com ansiedade e outras um pouco assustadas.

 

Surpreenda-se

Eu dou a mão para elas. O riso delas é tímido no começo, mas depois se soltam. Descalços, sentimos a alma do deserto. Meninas e meninos correm, pulam e rolam. Curiosas, alegres e bagunceiras, elas não se importam de se sujarem e de caírem. O ridículo é se sentir ridículo. Algumas vezes, elas param para olhar para a cor marrom claro das montanhas de sal e ficam espantadas com suas formas misteriosas. Ao fundo, o imponente vulcão Licancabur parece ter uma presença protetora. E a duna nos convida a continuar a estonteante brincadeira.

 

 

…Se a magia existe, acho que ela pode ser encontrada naquela duna do Atacama…

 

 

 

Reviva a alegria da infância

Se a magia existe, acho que ela pode ser encontrada naquela duna do Atacama. Não importa de onde os viajantes venham. Não importa se eles têm cabelos pretos, castanhos, loiros ou brancos. Não importa se a pele de seus joelhos é macia ou áspera devido às aventuras do passado. Não importa se o tempo tenha marcado suas faces com rugas. Não importa a idade deles. A única coisa que importa é que esta duna, com sua magia única, sempre libertará a criança que existe dentro deles. As crianças da duna.

 

explora Atacama

Inscreva-se no nosso boletim informativo
Inscreva-se para receber atualizações exclusivas do explorador